14.10 Nihilism
Data: 17/01

Fotos | Promo | Sinopse

06/05/2013

Review - 8×21: The Great Escapist



Nascido para dirigir.

Como de praxe, tivemos mais um excelente episódio de Supernatural. Só restam mais dois para a temporada acabar e depois de The Great Escapist é impossível não ter expectativas altíssimas.


O episódio dessa semana foi simplesmente impecável. Não estou nem dizendo que foi o melhor da temporada toda ou algo parecido, o que quero dizer é que é o tipo de episódio sobre o qual não consigo enxergar nenhum defeito. O roteiro estava muito bem escrito e foi tudo muito bem executado, e até o momento, podemos dizer que esse foi o episódio mais importante da temporada. Tudo o que tivemos da trama central se desenvolvendo nesses 20 episódios, se reuniram aqui para ir fechando todas as lacunas e deixar acontecer o grande clímax da temporada.

A melhor sacada do episódio, sem dúvidas, foi trazer Metatron à série pela primeira vez. Agora sim, já conhecemos todos os Cinco Arcanjos, mesmo que este último não se considere um. A mitologia e a história criadas para o surgimento dele na série foram excelentes, principalmente por conseguir criar essa ligação com Sam. Depois de Azazel e Lucifer, agora temos um ser que aparentemente é um pouco mais “do bem” na cabeça de Sam. Isso faz toda a loucura de Sam ser mais compreensível, afinal, ele esteve naquele estado degradante mais por estar perto de Metatron do que pela fraqueza causada anteriormente pelos Testes.

Mas falando em ótimas sacadas, quem não achou demais Crowley tendo dois demônios-atores (aparentemente educados demais) se passando por Dean e Sam para enganar Kevin? Plot hilário e inteligente, ao mesmo tempo. Por essas e outras, Crowley é outro que estava em excelente forma no episódio todo. Fazia bastante tempo que o personagem não participava de um episódio em que tinha mais de 5 minutos em tempo de tela, e por mais que essa seja uma boa forma do roteiro valorizá-lo, é sempre bom quando eles abusam um pouco e temos mais de Crowley.

A trama de Kevin também esteve muito boa. A mensagem em vídeo que ele enviou para Dean e Sam foi muito bonita e mesmo sabendo que ele ainda estava vivo, não perdeu nem um pouco do impacto. Gosto de ver que ele não é mais aquele garotinho assustado e agora tem coragem até de enfrentar Crowley. Foi muito inteligente o modo que, enganando Crowley, ele conseguiu possuir a segunda metade da Tábua e levá-la até os Winchester por causa de Metatron. Agora, o próximo episódio se dedicará a Dean e Sam em busca de um manual sobre como curar um demônio. Perto desse Teste e do segundo, o primeiro foi como “tirar doce de criança”.

Castiel também mostrou presença e foi outro exemplo de inteligência. A ideia de ele ficar se teletransportando em centenas de restaurantes iguais em locais diferentes é um tanto pífia, mas mesmo assim consegui gostar e até achei divertido. E confesso que ri de Naomi, que ficou procurando Cass durante um tempão e interrogando-o sobre a Tábua, quando Crowley “roubou” Cass dela e já tinha certeza de que Cass havia escondido a Tábua dentro de si. Agora sabemos que a Naomi não e lá das mais inteligentes, não. Aproveito para dizer que não aguento mais ver Castiel sofrer. Sempre que ele aparece, ou ele apanha muito, ou leva patadas de Dean ou é torturado e manipulado. Está na hora das coisas melhorarem um pouco para o nosso anjo favorito.

Agora teremos Dean, Sam, Cass e Kevin juntos para fechar os Portões do Inferno, e, após tantas ligações e mensagens, acredito que Garth ainda dará as caras para ajudar esse grupo.

Review por Serie Maníacos.

Gostou? Então compartilhe:

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Design por: Jéssica Winchester | Ajudaram: