13x03 Patience
Data: 26/OUT.

Fotos | Promo | Sinopse

18/03/2014

Jeremy Carver fala sobre o episódio 9.16, Sam & Dean e mais.



Os irmãos Winchester tiveram certo atrito recentemente, mas o duo tem trabalhado junto apesar de toda a tensão... E no novo episódio de hoje, Crowley está de volta.


Para ficarmos um pouquinho informados sobre que tipo de drama que esse retorno trará, falamos com o chefe de Supernatural, Jeremy Carver, sobre o vínculo entre Sam e Dean, os novos seguidores de Castiel, a marca de Caim e muito mais....

O que você pode nos falar sobre o episódio de hoje?
JC: Bem, vocês verão no que Crowley tem se metido desde que ele levou Dean a Caim. Eu acho que foi revelado que ele talvez tenha “caído fora do vagão”. Nós teremos uma boa noção sobre do que tudo isso se trata. E nós veremos a proximidade de Dean com a Primeira Espada pela primeira vez, e isso vai acarretar toda essa coisa de Marca de Caim para Dean e o que tudo isso significa.

Com quanto Dean vai lidar em relação à Marca de Caim conforme nos preparamos para o final da temporada? Isso e Abaddon serão seus focos principais, ou, haverá outros obstáculos no caminho?
JC: Eu acho que vocês, definitivamente, verão outros obstáculos. E sem querer dar muito spoiler, isso realmente começa [Com “Blade Runners”]. Eu acho que ninguém sabe exatamente o que essa Marca de Caim significa ou o que significa, particularmente, quando se trata da Primeira Espada, e o que isso fará com Dean será certamente algo que ele terá de lidar com, acho que é o que podemos dizer confortavelmente pelo resto da temporada.

Desde que Crowley “caiu do vagão”, ele será uma pessoa em que os Winchesters podem confiar conforme nos preparamos para o final da temporada? Ou eles deveriam tratá-lo como uma bomba prestes a explodir?
JC: Essa é, provavelmente, a questão de número um para os Winchesters. Vocês viram Crowley e Dean, indiscutivelmente, começarem a desenvolver, não uma amizade, mas talvez uma afinidade esse ano. E como tratar Crowley quando ele tem sido meio humano algumas vezes é a questão número um. Eu acho que é fácil baixar a guarda quando se está ao lado de alguém assim. Mas um ponto dediscórdia entre os irmãos será exatamente como eles tratarão Crowley, pelo menos, nesses últimos episódios que estão por vir.

Existe um spoiler sobre o episódio do dia 25 de Março, onde Crowley testa Dean. Há alguma coisa que você possa falar sobre isso?
JC: Eu não posso. Isso não ficará totalmente claro até que você veja o episódio da semana que vem. 

Justo. Como Sam está lidando com tudo isso e qual será o seu caminho nesses últimos episódios?
JC: Bem, Sam disse muitas coisas a seu irmão, então eles estão lidando com as consequências disso. Sam tem a sua– Talvez mais do que nos próximos dois episódios, também, mas eu acho que o problema número um é que os irmãos estão lidando com uma ruptura em seu relacionamento como deve ser. Ambos estão sofrendo algo como uma Guerra Fria, e nenhum está disposto a ceder. Como terminar seu trabalho sem deixar que um problema pessoal interfira nele? Isso está impactando em Sam e Dean juntos. Então para os próximos dois episódios, é isso que vai os levar às várias histórias que eles estão lidando.

Como escritores, quais são as dificuldades que vocês enfrentam ao elaborar novas formas de relacionamento entre Sam e Dean para bater essas interferências que aparecem no meio do caminho? Ou porque eles têm toda essa história, isso não é um problema?
JC: Essa é uma ótima pergunta. Acho que nós constantemente nos surpreendemos com as maneiras que você pode achar para que os meninos possam discutir um com o outro. E eu acho que durante os últimos anos, as pancadas que eles estão dando um ao outro tem sido um pouco mais pessoal e são sentidas de forma um pouco mais profunda. Mas os momentos em que eles estão juntos têm sido muito mais gratificantes também, se você for pensar no ano passado. No começo desse ano, Dean tinha um segredo com os anjos, mas eu não sei o que mais alguém poderia ter esperado que ele tivesse feito [com a vida de 
Sam por um fio]. Todos nós amamos os irmãos, e todos nós amamos o fato deles se amarem. E eu acho que todos nós estamos surpresos ao ver o quão longe eles podem ir para machucar um ao outro. Existem muitas cicatrizes que se acumularam ao logo dos anos. E ao longo das últimas temporadas, eles, algumas vezes, expuseram muito disso. 

As pessoas que você mais ama, na maioria das vezes,são as que têm mais capacidade de lhe causar maior dor.
JC: Sim, é como qualquer família.

Bem, uma das coisas que os separou foi a morte de Kevin. Agora que sabemos que o espírito de Kevin está – esperançosamente – a salvo com sua mãe, eles serão trazidos de volta à história nessa temporada? Ou essa é uma carta que você pretende manter na manga até a próxima temporada?
JC: Eu não posso falar muito sobre isso, Apesar da morte prematura, e horrível e um pouco obscura, sentimos como se ele realmente tivesse sido deixado em um bom lugar. Então acho que podemos confiar que ele estará nesse lugar até que a hora dele voltar chegue. Mas por enquanto, é lá que ele está. Pelo menos até que o universo de Supernatural o chame novamente...

Da última vez que vimos Castiel, ele se viu com alguns “seguidores”. Como ele está lidando com isso e o que vem em seguida pra ele?
JC: Eu acho que não estava muito claro naquele episódio, vai ficar claro que Castiel está relutante em ter seguidores. Ele já esteve no topo da montanha e não foi muito bom pra ele no passado. Então a ideia de liderar qualquer anjo é assustadora, e ele deveria se tornar um líder? É uma coisa que ele teria que tirar [uma pausa para pensar] – Não é uma decisão rápida para se tomar. Será preciso mais do que apenas dois anjos em seu lado para que ele possa decidir liderar algo. Mas nós exploraremos isso: O que será preciso para que Castiel se torne um líder?

Eu sei que nós temos ainda muitos episódios restando, mas o que você pode nos dizer sobre o que os fãs podem esperar para o arco final da temporada?
JC: Bem, ainda temos muita comida nos nossos pratos. O que eu posso te dizer é o seguinte: nós vamos lidar com, basicamente, tudo isso. Como nos livraremos de Abaddon; Como nos livraremos de Metatron; Como devolver os anjos para o Céu, para sempre; É possível salvar Crowley ou não? E mais importante, como os irmãos vão arranjar um jeito de reparar a ruptura no vínculo deles? Existe muita comida no prato, e vamos ter que comer tudo de uma maneira ou de outra.
Fonte & Créditos / Tradução: Daniela Rezende - Equipe Supernatural Tentation 
Gostou? Então compartilhe:

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. ''O que será preciso para que Castiel se torne um líder?''

    ResponderExcluir
  2. Como assim 'salvar o Crowley ou não'? Tadinho, será que ele morre?
    Parabéns pra equipe supernatural tetation, o site está ótimo!

    ResponderExcluir

Design por: Jéssica Winchester | Ajudaram: