14.02 Gods and Monsters
Data: 18/10.

Pôster | Promo | Sinopse

05/05/2012

Matéria sobre a RoadHouse BR Con na UOL.

Abaixo segue um artigo liberado na UOL Entretenimento online:


Os atores Jared Padalecki e Misha Collins participam do evento Roadhouse Brazil Convention, um encontro entre fãs e o elenco da série "Supernatural" (5/5/12)
Os fãs da série americana "Supernatural" conseguiram chegar mais perto dos ídolos em Rio de Janeiro neste sábado (5). O elenco da série desembarcou na capital carioca para dedicar horas de seus dias aos fãs na convenção Roadhouse Brazil. Com preços que variavam entre R$ 200 e R$ 1.000, os adoradores do seriado sobre a vida dos irmãos Winchester puderam tirar fotos, pegar autógrafos e participar de um bate-papo com os ídolos. "Fui a primeira a comprar o pacote e uma das primeiras a chegar ao evento", disse a estudante niteroiense Hayane da Matta, de 18 anos. "Acho que na hora que eu encontrar o Jared vou chorar e tremer. Preparei umas brincadeirinhas para falar para ele e quero agradecer por ele ser tão maravilhoso" 
Misha Collins, Mark Pellegrino, Mark Sheppard e Richard Speight Jr. e o produtor executivo da série, Jim Michaels, conversaram com a imprensa em uma espécie de talk-show com os 520 fãs que lotavam o Hotel Windsor no centro do Rio. Jared Padalecki, que interpreta Sam Winchester, era o mais aguardado, mas só apareceu no fim da tarde para dar autógrafos. Para a decepção dos fãs e dos jornalistas, o contrato de Padalecki não incluía entrevistas, nem o bate-papo com os espectadores da série. 
"Oi! Estou sem voz, mas amo vocês e amo o Brasil", disse pouco antes de começar a sessão de autógrafos.
Brasil e a sétima temporada 
Bem humorados, os atores ficaram surpresos com a recepção do público brasileiro: "Os fãs daqui são os mais apaixonados do mundo inteiro. Eu nunca imaginei ver pessoas dormindo na porta do meu hotel sendo que o máximo que elas podem receber é um aceno com a mão", disse Misha Collins, que vive o anjo Castiel na série. O ator aproveitou o tempo na cidade para conhecer o Cristo Redentor: "Esse lugar é maravilhoso. Ontem corri na Lagoa e em Copacabana. Suei muito. Aqui faz muito calor. Mas eu quero ter tempo para subir o Corcovado a pé".
Mark Sheppard, que interpreta o demônio Crowley, foi o que mais entrou no clima dos cariocas: "Cheguei ontem e aproveitei para ir à praia e conversar sobre futebol, que é a minha maior paixão. Hoje acordei, naturalmente, cantando 'Garota de Ipanema', porque o clima pede", brincou.
Os atores também deram um pequeno panorama sobre a série, que entra na sétima temporada (exibida no Brasil pela Warner). As expectativas são de que tudo pode acontecer: "A sétima temporada é uma volta ao início da série. Estou curioso para saber o que eles vão fazer neste novo ano", afirmou Richard Speight Jr, que atua na série como arcanjo Gabriel.
O produtor executivo da série, Jim Michaels, diz que o importante é que "Supernatural" se mantenha fiel ao gosto de seus fãs: "Às vezes o personagem morre, mas os fãs gostam tanto deles, que os roteiristas decidem trazê-lo de volta. Em Supernatural, a opinião dos fãs importa muito para quem produz. Não temos tanta audiência quanto 'Grey´s Anatomy', por exemplo, mas temos fãs fiéis". 
Falta de organização
Organizado pela MK Eventos, a convenção contava com um reduzido número de pessoas trabalhando, o que prejudicou inúmeros fãs. Adolescentes e jovens percorriam os corredores do hotel em busca de informação, mas ninguém sabia responder as dúvidas. Quem comprou o pacote VIP, que custava R$ 1000, reclamou que havia pessoas do pacote bronze (R$ 200) nas fileiras da frente. O ator Misha Collins ainda reclamou de ter ficado 40 minutos esperando o transporte que o levaria à convenção. E o produtor de Jared Padalecki falou que o ator estava aflito de não conseguir atender todos os fãs por causa dos atrasos da produção.
“O evento está pecando na falta de organização. Não tem gente suficiente para dar informações. Eles não encontram as fichas de pagamentos que fizemos. A produção brasileira está péssima. Os horários do cronograma não estão sendo respeitados, está tudo atrasado e teve gente perdendo coisa que comprou porque não podia esperar tantas horas depois”, reclamou Jéssica Hollander, de 14 anos, que veio de São Paulo para o encontro.
Gostou? Então compartilhe:

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. No sabado e questao, apos os autografos, teve sim o Painel do Jared Padalecki... Fica a dica*

    ResponderExcluir

Design por: Jéssica Winchester | Ajudaram: